quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Desculpa se Te Amo!

Desculpa se nada te disse
Foi para não te faser sofrer,
Mas para que fosses feliz
Meu coração deixei morrer

Deixei cair no esquecimento
Este coração que é meu,
Ao apaixonar-me pelo brilho
Desse sorriso que é teu

Não sei se é apenas ilusão
Esta dor que me faz sofrer,
sinto um aperto no coração
Minhas lágrimas não sei conter

Tentei resistir à paixão
Fui fraco, não soube faser-lhe frente,
Deixei-me invadir pela emoção
Pois invadiste a minha mente

Tu disseste um dia: "não te iludas"
Eu respondi: "não me costumo iludir",
Mas nunca te prometi não te amar
Nem sentir o que estou a sentir

É bem mais forte que eu
Tentei não olhar, tentei resistir,
Não sei bem como aconteceu
Aos teus encantos não consegui fugir

Agora que conheces a minha dor
E o desgosto que estou a sentir,
Só me resta tentar esquecer
E desculpas te pedir

Desculpa se me iludi
Se isto não passa de um engano,
Mas por amar-te, eu sofro por ti
Desculpa se te AMO

7 Pedrinhas Lançadas:

Pjsoueu disse...

Joao52,

Se as palavras sao "meras", a palavra sonhada e vida vivida no sonho do poeta.

Parabens.

PjCondePaulino

sonho disse...

Parece que les te oa meus pensamentos...o teu poema iz o que sinto...o que penso...
o caminho a seguir é o esquecimento...mas é um caminho tão longo...
Beijo d'anjo

Tania T. disse...

É... ninguém manda no coração né?

LIndo post... ótimoo!!

Beeijo

Vieira Calado disse...

Amar tem sempre desculpa,

amigo João!

Um abraço

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

…ardiendo
otoños
de pasión.

TE SIGO :


Con todo
mi corazón
desde :


HORAS ROTAS
Y
AULA DE PAZ

prendidas
ahora
para compartir
ya contigo .

tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


TE SIGO TU BLOG




CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...


AFECTUOSAMENTE
AS 7 PEDRAS DO AMOR

ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER Y CHOCOLATE.

José
Ramón...

Gleiciane disse...

Oi João, eu dei uma sumidinha mas estou de volta.
Sempre que puder farei uma postagem e visitarei amigos e blogs queridos como o seu.
Te espero no meu blog ok?1
Bjus....

Gilberto Neto disse...

Este poema me identificou, de tal modo que eu tive de resistir a copiá-lo... pois o amor é mais forte do que as palavras podem dizer... Lamento não ter luz suficiente para hoje deixar também um pedaço de brilho nesta página... é que eu estava apaixonado e perdi o controle...acabei amando, e me fecharei em copas com tal amor, que sequer era acreditado mesmo quando ainda era paixão!!! Fiquem bem, e amem muito, mas tenham a Boaventura de ser com quem vos ame também, pois meu triste fado não desejo a ninguém! Gilberto Neto

BlogBlogs.Com.Br