domingo, 12 de julho de 2009

Tenho o Que Não Mereço (part VIII)

A flutuar pelos céus de Marte,
A viajar até Júpiter,
Só este amor me faz parvejar,
Parvejar por amor a uma mulher
Sei que nada disto eu mereço,
Nem a felicidade merecia,
Mas não fui eu quem escolheu,
Dar-me uma vida com sabedoria,
Sabedoria esta,
Que me leva a pensar,
Porque será que nasci?
Para que serve amar?
Amar é um dom
Dom divinal, que Deus nos deu,
Para sempre te hei-de amar
Para sempre serei teu,
Sempre serei teu,
Disso tenho eu a certeza,
De ti jamais me vou separar
Que porcaria de incerteza
A felicidade, é algo que me alegra,
Algo que me deixa feliz,
Pela tristeza nada faço,
Por ela nada fiz
Só quero amar,
Só quero ser amado,
Pois se isto acontecer
Já me sentirei realizado
Realizo-me com pouco,
Com um pouco de amor sincero,
Não há nada que mais deseje,
Deste mundo mais nada quero
Dinheiro, vinho e mulheres
Foi o que quase todo o homem quis,
O que eu simplesmente quero
É amar e ser feliz!

1 Pedrinhas Lançadas:

{Nanda}_FX disse...

Eis um desejo comum a todos nos...
E que sejamos felizes...
sempre...

bjs no coraçao
otima semana

BlogBlogs.Com.Br