domingo, 12 de julho de 2009

Tenho o Que Não Mereço (part VIII)

A flutuar pelos céus de Marte,
A viajar até Júpiter,
Só este amor me faz parvejar,
Parvejar por amor a uma mulher

Sei que nada disto eu mereço,
Nem a felicidade merecia,
Mas não fui eu quem escolheu,
Dar-me uma vida com sabedoria,

Sabedoria esta,
Que me leva a pensar,
Porque será que nasci?
Para que serve amar?

Amar é um dom
Dom divinal, que Deus nos deu,
Para sempre te hei-de amar
Para sempre serei teu,

Sempre serei teu,
Disso tenho eu a certeza,
De ti jamais me vou separar
Que porcaria de incerteza

A felicidade, é algo que me alegra,
Algo que me deixa feliz,
Pela tristeza nada faço,
Por ela nada fiz

Só quero amar,
Só quero ser amado,
Pois se isto acontecer
Já me sentirei realizado

Realizo-me com pouco,
Com um pouco de amor sincero,
Não há nada que mais deseje,
Deste mundo mais nada quero

Dinheiro, vinho e mulheres
Foi o que quase todo o homem quis,
O que eu simplesmente quero
É amar e ser feliz!

8 Pedrinhas Lançadas:

Gleiciane disse...

Obrigada pelos comentário,sempre lindos..
tenha uma bela semana.

Abraço

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

João,

Quem busca o amor, seja da forma que for, nunca sai perdendo.

Adorei!

Noite de luz.

Rebeca

-

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O Néctar da Flor oferece um selo DIGA NÃO AO PLÁGIO! Somos originas, porque somos únicos. Cada ser um humano tem uma emoção individual. Por mais que as palavras e os pensamentos sejam parecidos, não temos o direito de pegar algo de alguém e dizer que é nosso. Não podemos trocar palavras e rasurar o sentir do próximo. Encontramos inspiração em alguém, na natureza, na vida, mas não temos o direito de copiar sentimentos. Inspiração é uma coisa, xerocar palavras alheias é outra.



Beijos jogados no ar, sempre!



[para pegar o selo clique na imagem]



-

.: Juliana :. disse...

As férias foram ótimas. Descansei bem, precisava disso.

E vc, td bem?

Forte abraço.

nina rizzi disse...

e o que xiste, já me perguntava...

Sofia Duarte disse...

Deixei um selinho para ti aqui

http://pedacosthestorie.blogspot.com

abraços!

Malograda disse...

Gosto muito do que escreves apesar de ser sempre tão triste, mas lá está é na tristeza que encontramos a forma mais bela de nos expressarmos através de palavras, aquilo que nem sempre conseguimos demonstrar. Tens esse dom, muito explicito em cada coisa que escreves. Como sabes, amar é um dom, tal como escrever como modo de expressão, e nem todos têm o dom de saber amar. Talvez tenhas amado as pessoas erradas, e um dia talvez encontres o grande amor que á tanto tempo esperas, e nesse momento a palavra amor fará todo o sentido, o sentido que até agora nao teve, s nao, o de ser apenas um desejo nao concretizado.

Um grande beijinho desta afilhada q gosta mt de ti!**** :)

Lily Candy disse...

Achei demais o seu post,seu blog é fantastico.Muito legal!!
Desde já te convido a visitar o meu quando puder e espero que gosto como gostei do seu !!
Beijão
Lily C.

BlogBlogs.Com.Br