quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

No Silêncio Do Teu Olhar!

Apaixonei-me por ti
Sem saber o que fazia,
Hoje finjo nada sentir
Para não te ver partir um dia

Feito cinzas pairando no ar
Como se em chamas podesse arder,
Quem me dera ser noite de luar
Para no meu manto te poder ter

Meu pranto não mais irás ouvir,
Meu sofrimento, histórias do passado,
Feito estrela que não pode reluzir
Num sonho que não fora sonhado

Sou chama de fogo que não arde
Mero esboço de um poema devasso,
Sou em sonhos alma de cobarde
A teus olhos, a sombra do fracasso

Sou alma perdida, em corpo de gente
Quem me dera uma dia me encontrar
Estando longe, sinto-me presente
No silêncio do teu olhar!

19 Pedrinhas Lançadas:

Tania T. disse...

Ahh.. que lindooo!!

Adorei, estou encantada aquiii!!

Um poema com o nome do meu blog... aiai.. suspirando! perfeito! perfeito!!

Adoro ler o que escreves!!! xD

bjoo

Tania T. disse...

Que tudooo!!

Obrigada!! Adorei o carinho!!!

TE agradeço muito, muito, muito.. de coração!!

Depois postarei no blog, viu??

Adorei!!

Super, super , super!!

s2

BJoo

Carolina Hermanas disse...

Queeeeeee liiiiiindo *O*
Suas poesias tocam os corações das pessoas,sem dúvidas \o/



*_____*

Estrela disse...

Oieee...^__^

Lindooooo o poema.

Suas palavras são profundas e sinceras...as vezes nos apaixonamos e acabamos por viver assim silenciosamente.

Obrigada pela visita.

Bjus tenha uma linda e abençoada noite (*_*)

Carla Farinazzi disse...

Olá poeta!

Você tem muita sensibilidade, e escreve MUITO bem! Lindo poema...!

Beijos

Carla

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

O silêncio do olhar sempre aproxima aqueles que entendem o significado do que sente.

Adorei saber que gostou do blog novo, João.

Noite de luz.


Rebeca

-

gabyshiffer disse...

Uma poesia sentida e verdadeira...
muito linda parabéns!
Não sei qual estrofe gosto mais tá lindo!
:)
Vim lhe desejar bom findi
Beijos na alma!

"Ser feliz não é ter uma vida perfeita.
Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para esculpir a serenidade. Usar a dor para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência."
Augusto Cury

Flor de Lótus disse...

Se apaixonar e se jogar de um prédio sem saber se lá em baixo terá alguém para nos salvar, mas a via é isso cheia de dúvidas e incertezas e é isso que dá o tom de aventura e de felicidade,mas também dá um medo enorme e um frio na barriga...
Um ótimo findi!
Beijosss

Hugo de Oliveira disse...

Texto lindo demais...gostei.
E essa imagem é fofa demais.

Obrigado pela presença em meu blog.
Voltarei outras vezes sempre.

abraços
amigo

Gisa disse...

Adorei o blog e o teu poema.
Obrigada pela visita. Quanto a mim, sigo-te.
Um bj querido amigo

Solange disse...

poema sentido..sofrido..
mas de uma beleza imensa..
o amor tem dessas coisas..
vive mais no sofrimento, do que na alegria.

obrigada pela sua presença em meu parole..

bjs.Sol

voltarei mais vezes, gostei daqui.

Ana Tapadas disse...

Muito belo e cheio de afecto.
bj

JB disse...

Delicioso poema de amor!

No silêncio do olhar encontramos as mais belas formas de sentir uma alma ardente!

Gostei imenso dosseus versos! Fico por aqui!

Beijinho
Parabéns pela sensibilidade!

Sonhos De Deus disse...

A nossa alegria supera nossa tristeza, nosso consolo supera nossa dor, nossa fé supera nossa dúvida, nossa esperança supera nosso desespero, nosso entusiasmo supera nosso desânimo, nosso sucesso supera nosso fracasso, nossa coragem supera nosso medo, nossa força supera nossa fraqueza, nossa perseverança supera nossa inconstância, nossa paz supera nossa guerra, nossa luz supera nossa escuridão, nossa voz supera nosso silêncio, nossa paciência supera nossa impaciência, nosso descanso supera nosso cansaço, nosso conhecimento supera nossa ignorância, nossa sabedoria supera nossa tolice, nossa vitória supera nossa derrota, nossa ação supera nosso tédio, nosso ganho supera nossa perda, nossa resistência supera nossa fragilidade, nosso sorriso supera nosso choro, nossa gratidão supera nossa ingradidão, nossa riqueza supera nossa pobreza, nosso sonho supera nossa realidade... Nosso amor a Deus, ao próximo, à vida, nos faz superar tudo! (Pr. Edilson Ram)Uma semana de vitórias Deus é com tigo creia! TENHO UM BLOG GOSTARIA DE TI CONVIDAR SEGUIR O ENDEREÇO É:http://SNSDEUS.BLOGSPOTFICA COM NOSSO PAPAI já estou te seguindo te encontrei através de uma amiga,post teu comentario vai ser uma benção prs seguidores e visitantes uma semana com muita sorte de benção!!!

Tania T. disse...

João passo para dizer que postei o poema no meu blog tah? E dei os créditos a você.

Obrigada pelo carinho. Amei demais!!

=D

Bjãooo

Hely ° disse...

Vi no blog da Tania...gosteii...
to seguindo aqui!

Me encontra no:
meninasegredos.blogspot.com

Bjaum.*.*.

tecas disse...

Lindo poema de amor e desamor! «
Meu pranto não mais irás ouvir,
Meu sofrimento, histórias do passado,
Feito estrela que não pode reluzir
Num sonho que não fora sonhado»
Tudo nasce e tudo morre...mas existe sempre a esperança.
Obrigada por visitar o meu blog e deixar um comentário.Espero que continues.Fico grata.
Gostei João, de conhecer o teu.
Abraço amigo

Nair Morbeck Sobrinha disse...

Que linda mensagem e blog, passando para conhcer e seguir, parabéns sua visita será uma alegria..



Shalom

http://nairmorbeck.blogspot.com/

Hely ° disse...

Tem (vários)selos pra você lá no meu blog:

meninasegredos.blogspot.com

Bjaum.*.*.

BlogBlogs.Com.Br