quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Fazer Amor com a Alma

Brincando com o fogo
Saltando a fogueira,
Beijando teu corpo
Como se uma brincadeira

Como se uma brincadeira
Que só nós queremos ter,
Amarmo-nos um ao outro
Sem nos conhecer

Sem nos conhecer
Sem saber o que queremos,
Querendo gozar a vida
Sem nos perdermos

Sem nos perdermos
Sem se nos afastar,
Pois meu coração nada quer
A não ser só te amar

A não ser só te amar
Viver sempre a teu lado,
Ter-te para sempre
No meu coração apaixonado

No meu coração apaixonado
Sempre cheio de ternura,
Querendo adorar-te
Como uma grande aventura

Como uma grande aventura
Que não sabemos, como aconteceu,
Meus olhos tocando tua alma
Meu corpo, no corpo teu

Meu corpo, no corpo teu
Sempre bem juntinhos,
Acariciando-te para sempre
Com muitos carinhos

Com muitos carinhos
Como se fosse uma espada,
Quero viver sempre contigo
Sem me preocupar com nada

Sem me preocupar com nada
Nem tão pouco com a “SIDA”,
P’ra sempre farei amor com a alma
Com a alma da minha vida

2 Pedrinhas Lançadas:

vanina disse...

Tua alma é luz,
Teu coração calor,
Teu corpo tudo seduz,
Fazes da vida um poema de amor!

Malograda disse...

Sempre gostei da tua poesia.
Acho que tens imenso jeito, e adoro ter como padrinho um verdadeiro poeta.


Porque nao amar, amando.
Sem recear nada, ás vezes os nossos medos impedem-nos de viver. Por isso, o melhor é viver sem medo, se falharmos, falhamos, mas ao menos vivemos!

Parabens pelo poema.

Beijinho grande* :D

BlogBlogs.Com.Br