terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

O que sinto por ti

Neste dia tão feliz
Ando eu por aqui,
Viajo pelo mundo,
Não sei o que fazer,
Só sei que não posso mais
Estar sempre sozinho por aqui
Por ti estou esperando,
Desde o dia em nasci
Sem nada para dizer
Sem ti meu amor,
Já não da para viver,
Estejas onde estiveres
Andes por onde andares,
Não te esqueças de mim
Que de ti nunca me esquecerei,
Pois neste mundo nada se faz
Sem ti a meu lado,
Pois aqui estou pairando
Por este mísero mundo fora,
Como um pardal no seu ninho,
Percorrendo o meu caminho
Sempre contigo no pensamento,
Não te largo nem por um momento,
Pois se deixar de pensar em ti,
Morro por um momento
E não dou mais sentido
A esta porcaria de vida que levo,
Quando estou longe,
Eu te desejo,
E quando estás perto,
Só te toco por um beijo,

Não te toco não te sinto
A não ser por um segundo,
Mas quando beijo teus doces lábios
Só se houve a brisa suave,
Que passa por teus cabelos,
Não vejo mais nada,
Quando estás perto de mim,
Passem carros ou aviões,
Viados ou camelos

Só te vejo a ti,
Só te quero a ti,
Não sonho com mais nada,
De noite,
Quando fecho os olhos
Só penso como será
Como será, Passar a noite contigo, e dormir a teu lado?
Como será, acordar de manhã e olhar teu rosto enquanto dormes?
Como será, levantar-me de manhã e olhar à janela?
Ver o verde da natureza ou o profundo azul do mar?
Como será?

Será que pensas no mesmo que eu?
Não sei…
Só sei que te quero e que te desejo,
Mais que tudo neste mundo,
Que não há nada mais lindo nesta vida
Que ultrapasse a tua beleza
Mesmo que por fora, não o sejas,
Acredito que o serás por dentro,
Não me importo com nada
Nem mesmo com que os outros pensam
Sigo o meu sentimento mais profundo
Sei que é isto que quero,
E não vou desistir,
Nem nada, nem ninguém
Mudar-me, irá conseguir.

Com este meu coração,
Quase partido por metade,
Nada mais consigo fazer
A não ser, só amar-te

Quem diria?
Que um dia, por ti me viria a apaixonar,

Se eu soubesse…
O que tu em mim vias,
Se eu soubesse…
Que era a mim que tu querias,
Que era a mim que amavas e não sabias,

Também eu não poderia saber,
Naquele momento só queria,
Estar perto de ti,
Tocar-te e beijar-te,
Amar-te loucamente,
Era só isso que me passava
Naquele instante pela mente,

Perguntei-te qualquer coisa
Tu não me respondes-te,
Porquê? Não sei,
Não sei lá muito bem,
Só sei que naquele momento
A mim nada disseste,
Não sei o que se passou,
Nem sei o que pensaste,
Mas por um instante,
Meu pobre coração magoaste,
Mas logo então tudo passou,
Não sei o que pensei,
Mas mesmo assim,
Por ti me apaixonei

Todo o mundo parou,
Naquele momento de emoção,
Assim que me falaste,
Meu pequeno coração
Logo alegraste,

A ti te desejo a melhor felicidade
Nesta dura e mísera vida,
Amo-te como sempre te amei,
Nunca te esqueças,
O que eu sinto por ti,

Não te esqueças que nesta vida,
Só a ti meu amor,
Eu tive no pensamento,
E que para toda a vida,
Tu por mim serás sempre lembrada,
E nunca mais serás esquecida.

Jamais serás esquecida,
Jamais eu te deixarei,
Nunca te esqueças meu amor
Que foste a única que amei.

Foste a única que amei,
A única por quem me perdi,
Até ao dia da minha morte
Sempre chorarei por ti

O que sinto é bem forte
É amor com certeza,
Pois, por ti sempre vivi
Num mundo de incerteza

1 Pedrinhas Lançadas:

vanina disse...

Chora…
Gota, a gota pelo o teu desgosto,
Baixa lentamente o rosto,
Cada lágrima caída,
É o peso bruto da vida…

BlogBlogs.Com.Br