sexta-feira, 6 de março de 2009

Amar-te

Quando namorar contigo
Quero fazer tudo o que consigo,
Quero amar, sentir, vibrar.
Morrer, viver, sentir, chorar
E de tudo experimentar
E uma volta ao mundo dar
E todo o mundo beijar,
E contigo dançar,
E dizer teu nome a cantar,
Por os gatos a nadar,
Os peixes a pastar,
As vacas a voar,
E as plantas a saltar,
E as pedras a brincar,
E fingir que sei voar,
E no céu poder andar,
E sentir-me a flutuar,
E ao teu lado vir pousar
Para ai então ficar
Para te amar…

3 Pedrinhas Lançadas:

Vieira Calado disse...

Apenas para dar uma olhadela ao blog e saudá-lo.


Um abraço daqui.

ADiniz disse...

Obrigada pela visita e as doces palavras.
O estado de apaixonado, nos leva a viajar sobre tapetes voadres até mesmo em dias de tormentas.
Abraços.

marta disse...

olha joãozinho...tive a dar uma volta no teu blog, e acho sinceramente que estão todos fantasticos! continua assim e não deixes que esta "vocação" para a poesia te fuja!
jitos

BlogBlogs.Com.Br