sábado, 7 de março de 2009

Mulheres

Mulheres!
O que são?
Escravas?
Mãos de obra?
Seres inferiores?
Parem!!!!
Nada disso,
A mulher não é nada disto,
Mulheres, um ser humano,
Cheio de mistérios
Talvez mais que a própria natureza
Sobre elas nada sei, mas dá que pensar,
Disto tenho eu a certeza
Nunca se deve, uma mulher maltratar,
Nunca devemos esquecer
Quem ao mundo nos trouxe
Que foi uma mulher,
Que por nós sofreu,
E se fartou de sofrer
Mas nunca nos esqueceu,
Nem antes, nem depois de ao mundo nos trazer
Pode-se dizer de tudo
Tudo o que se quiser,
Mas nunca nos podemos esquecer
Que todos nós saímos
Do ventre de uma mulher!

3 Pedrinhas Lançadas:

Virgílio Bernardino disse...

Olá João!

Podes não acreditar, mas qd me disseste que tinhas criado um blog pensei logo que seria de poesia. ;)

Só não me sai o euro milhões, caraças! :)

Bastava estar com atenção às tuas mesnagens no MSN para notar o teu interesse e a tua 'veia' poética!

Muitos Parabéns, pela CORAGEM q é necessário ter para partilhar e escrever em forma de poesia os nossos sentimentos mais profundos!

Apesar de eu ser mais prosaico (LOL!), deixo-te um gde abraço com a promessa reforçada de visitar este teu espaço com assiduidade.

Hasta!

Vieira Calado disse...

Bela homenagem!

Um abraço amigo João.

Núria Pires disse...

Mtos Parabéns...
O teu blog é uma inspiração...
Mas este poema, em particular, é mto bonito...
Felicidades ;)

BlogBlogs.Com.Br