terça-feira, 3 de março de 2009

Sofrimento


A vida me iludiu com sua cor,
Que a morte não tardou a pintar de horror
Agora ressuscitado da morte em que vivi,
Depois do fim da alegre vida em que morri,
Oh…! Como eu sofri!
Revela o rumo da minha triste sina,
Que me recusou o direito à morte
E me recusou o direito à vida,
Arrastado por esta regra,
Sorte que não me deixa morrer,
Me vai conduzindo á morte,
Ficarei então a cumprir na sepultura,
Esperando que a morte me deixe morrer,
Quando chegar a minha altura!

3 Pedrinhas Lançadas:

Anónimo disse...

A ilusão nos revela muita coisa!
Beijos
http://sex-appeal.zip.net

Nymphetamine disse...

uma coisa que todos temos certa é a morte... de nada nos vale tentarmos nos adiantar quanto a isso...

Adriana Costa disse...

Boa noite, João
Venho retribuir a visita, adorei o teu blogue, é lindo!
Vou seguir, não resisto a seguir um bom blogue!

abraços!

BlogBlogs.Com.Br