terça-feira, 24 de março de 2009

Vida complicada

Lua linda, noite bela
Coração ferido e com dor,
Uma noite linda lá fora
E eu aqui sofrendo de amor!
Amor esse que é louco
Louco até demais,
Quando penso que é pouco
Ele aumenta ainda mais!
Aqui sentado numa mesa
De frente para ela,
Olhando para ela,
Vendo seu sorriso,
Para mim, nada é mais belo
Nem mesmo o Paraíso!
Olho para ela concentrada,
Estudando algo,
O que é ao certo?
Não sei dizer…
Só sei que este amor
Nada mais me deixa fazer!
Só me deixa olhar,
Só me deixa ver,
Só me deixa pensar
Deixa-me a sofrer!


Sofrer!!!
Para quê sofrer, se o amor é algo simples?
Algo simples de concretizar,
Bastando ser amado,
E ao mesmo tempo saber amar!
Isto é fácil de transmitir,
Aquando é falado e escrito,
Mas o mais difícil vai ser,
Quando tiver de ser dito,
Sabemos que é fácil falar
E que é difícil a concretização,
Mas mais difícil é
Ter que tomar a decisão!
A decisão essa que nos vai mudar,
Mudar a nossa vida!
Vida esta que cada vez mais,
Mais difícil se torna
Aquando se fala de amor,
Mais complicada ela fica
Aquando ficamos calados na dor!

7 Pedrinhas Lançadas:

Beatriz disse...

ola João.
O amor é assim mesmo...um dar e receber...é facil dizer quando temos certeza...pior é quando fica só para nós...não é correspondido..e fica a dor!Adorei...
Deixo um bjo e o meu sorriso.
Bea

Aqui - Ali - Acolá disse...

Agradeço tua visita a meu blog, volta sempre que achares, pois serás bem-vindo.

Poesia:
Um forte bálsamo de minha vida, onde sem ela por vezes acho um vazio muito grande em mim.

Gostei deste teu blog está bem delineado e bem apresentado, pelo que vou segui-lo atentamente caso da tua parte não haja inconvenientes, é isso que gosto de perguntar sempre aos autores de blogs.

Gostei deste teu poema, na parte final, onde diz:

Vida esta que cada vez mais,
Mais difícil se torna
Aquando se fala de amor,
Mais complicada ela fica
Aquando ficamos calados na dor!

Difícil defacto é quando ficamos calados na dor, porque amor o há de várias formas, basta é saber reconhecê-lo quando nos é dado para depois o retribuir-mos.

E actualmente tanto se vive com falta de amor de vários tipos.
Olhemos para o mundo actual e temos aí um espelho muito grande sobre esta palavra tão bela que é o amor.

Saudações Poéticas

Gleiciane disse...

Oie..tem presentinho lá no blog p/vc!!

Desejos Aliciantes disse...

ficar calado na dor não leva ninguém a nada
e por isso penso que quem ama nunca deve ficar sem demonstrar o amor
Bela poesia
Boa tarde pra vc
Beijos aliciantes

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

É lindo o seu poema, João. A dor não pode ser calada.
Amigo, publiquei no Galeria sobre um filme recente e muito bom. Gostaria que o fosse apreciar e que deixasse a sua opinião.
Não deixe de dar uma passadiha no Feminina
Um abraço,
Renata

suicide.girl disse...

n devemos calar sentimentos, mxm que n sejam retribuidos, pois o tempo não voltará atras e as palavras n pronuciadas, são por vezes aquelas k mais gostariamos de dizer, de falar, de exprimir...
Mas o medo da rejeição faz nos ezitar quase sempre.
Este poema faz-me lembrar uma triste historia, tinha um amigo k gostava de uma rapariga, mx tinha receio da reação dela, um dia ganhou coragem e quando ia ter com ela teve um acidente e morreu, sem nunca lhe ter dito que gostava dela. A vida é demasiado curta, para esperar-mos o momento certo, pois esse momento talves n chegue nunca, da mesma maneira k não chegou pra este meu amigo...

bj

Vivian Sbrussi disse...

Oie!!!
td certinho?
obrigada pela visitinha!
vim conhecer o seu blog! Ele é muito bonito!!! Lindas palavras!!!
parabéns!!!

=D

BlogBlogs.Com.Br